Aprenda os principais passos para a elaboração do papel reciclado artesanal

Acompanhe abaixo cada uma das etapas da reciclagem do papel.

Coletar

. . Os materiais, papéis diversificados, são coletados, em diversos postos: através da coleta seletiva, nas ruas, escolas, gráficas, em todo lugar onde gera lixo de papel. O galão de cor azul na coleta seletiva é o referente à esse material.

. .

Separar

. . O papel a ser reciclado deve ser escolhido detalhadamente, separado por cor, tipo e impressão, assim define-se para qual novo papel ele será empregado. Ex.: um papel rosa seja ofício colorido, vergê salmão ou uma cartolina, são separados em conjunto para formar um novo papel reciclado artesanal de mesma cor.

. .

Limpar

. . A limpeza é fundamental para que o novo papel a ser formado não contenha impurezas, por isso é necessário retirar qualquer tipo de detritos como: clipes, grampos, cordas, elásticos, papel carbono, fitas adesivas, etc.

. .

Picotar

. . Após a limpeza os produtos são enviados para picote. O picotamento do papel dá agilidade ao processo de moagem no liquidificador, por isso, quanto mais finas as aparas, mais rápido o processo. As aparas são colocadas de molho na água, de um dia para o outro. Assim ficará encharcado e fácil de ser cortado pelo liquidificador.

. .

Triturar

. . Coloque as aparas picotadas de molho em um balde com água por 24 horas. Isso ajuda amolecer o papel, favorece a trituração no liquidificador e melhora a qualidade do produto final. Qualquer pedaço de apara que restar na massa moída atrapalha a qualidade e uniformidade das folhas. Então, bata a massa no liquidificador até se dissolver por completo e ficar bem pastosa.

. .

Preparar a polpa

. . Após a moagem, preparamos a massa com alguns aditivos:
(1) pigmentos naturais ou corantes industrializados. (2) fibras naturais para relevo e textura do papel. (3) cola para aumentar a liga da massa. (4) carbonato de cálcio para a lisura. (5) borato de sódio para proteção contra fungos. (6) decoração como flores e folhas. Por último, corrija o PH despeje a massa em recipiente com água. Está pronto para a retirada das folhas!

. .

Telar

. . Com a massa pronta e dissolvida na bacia, coloque a moldura sobre a tela, segure firme pelos lados menores, mergulhe tudo em posição vertical, na bacia com água e depois vá retirando na posição horizontal, até retirar totalmente da bacia. Está pronta sua folha! Passe agora esta folha para uma entretela e deixe secar.

. .

Secar

. . Transfira a folha para um tecido ou entretela da seguinte forma: deite a tela com a parte da massa para cima, coloque sobre ela a entretela, enxugue com um pano absorvente e depois vire de forma a desenformá-la. Pendure-a no varal em ambiente arejado e à sombra até que ela esteja completamente seca. Segunda opção: deixe-a secar na própria tela em posição vertical e a folha se soltará facilmente após a secagem.

. .

Prensar

. . Após a secagem dos papéis, eles serão retirados da entretela e colocados na prensa em conjunto, dando uniformidade às folhas. Suas folhas estão prontas. Agora use sua criatividade para elaborar qualquer produto que desejar!

. .

Finalizar

. . O papel reciclado aceita facilmente qualquer atividade: colagem, apliques, dobras etc. Além da facilidade para trabalhar com este material ele promove o diferencial nos produtos, pois cada folha expressa uma personalidade, nunca haverá uma idêntica a outra, portanto cada trabalho será especial e único

. .

32 Respostas para “Como Fazer Papel Artesanal”

  • Boa Tarde,
    Maravilhoso o trabalho de vcs.
    Adoreiiiii
    Parabéns
    bjo

  • Fiquei contente na aula do papel reciclado irei, tentar fazer o meu papel.Parabens!Cilea

  • PARABENS! Gostei muito das explicaçoes como fazer papel artesanal;espero fazer logo meu papel.Agradeço Cilea

  • Luciane Blanco:

    PARABÉNS!! Muito bom o trabalho de vocês, tanto as explicações quanto do material produzido. Vou encomendar!! Logo entro em contato!
    Abraços

  • Wadia Chostenes:

    Nosso Planeta necessita deste trabalho,
    Parabéns.
    Sou aposentado e estou com muito interesse em começar.
    Que o DIVINO MESTRE esteja contigo.
    Wadia

  • Euza Fiaux Caliali:

    Sou apaixonada por artesanato especialmente aquele que reaporveita materiais que poderiam ir para o lixo.Sabia que com papel se faz muitas coisas mas fiquei encantada com o trabalho que vocês desenvolvem.Parabéns.

  • luzineth:

    Parabéns pelo belíssimo trabalho. Faço este tipo de papel também, porém mais simples e com bem menos tela, meus alunos amam fazê-lo; aprendi um pouco mais com vcs, pois não faço a parte da prensa após a secagem. Deve ter outra textura bem melhor.

  • Adorei o blog,muito rico cheio de idéias,Parabéns! O mais lindo é que vocês ensinam tudo, isso prova mais uma vez que vocês tem confiança no grande trabalho que é esse Blog.Acredito que o sol nasce pra todos e que é muito legal repassar conhecimento, é assim que se cresce.PARABÉNS!!!

  • jaciane dos santos nascimento:

    obrigado eu fiz e consegui é muito legal e eu fiz várias coisas com esse papel, além de reciclar eu ajudei o planeta !!!
    ;)

  • Alzenira Kcaladesckórpio:

    Olá, Pessoal!

    Estava a procura de papel reciclado e puf, encontrei o seu!
    Belo trabalho, sucesso!

    Bjs à todos

  • Que belo destino é dado para as toneladas de papéis que vão para lixo!

    E passando pela reciclagem se transforma um luxo, e em delicadeza.

    Parabéns pelo o bom gosto, que começa com lixo, e termina em luxo.

  • ana nogueira:

    Parabéns !! Gostei muito do site,bem organizado.
    Sou artesã, trabalho com fibra de bananeira.
    Estou enveredando pelo caminho do papel…seria pedir muito a dosagem dos produtos químicos??? Desejando boas vendas. Abraços!!

  • jaciara gracielle:

    Olá,
    Vocês estão de parabéns!Amei os cartões,super delicados e cheirosos.

    Abraços,

    Jaciara

  • Maria aparecida soares de Lima:

    Parabéns pela iniciativa! Os nosso Paneta agradece.

  • Adoro vosso site, sempre que acho um tempinho vos visito, gostaria de saber onde encontro prensa igual ou parecida a que usa para prensar as folhas recicladas. Já há um tempo estou fazendo embalagens com papel reciclado, mas não possuo prensa. Se puderes me ajudar agradeço muito. Um abraço.

  • DAVID AFONSO PIMENTEL FERREIRA:

    parabéns pela atitude o meio ambiente agradece essa foi minha primeira visita ao site e gostei muito de tudo que achei por aqui.
    obrigado

  • nargila:

    adorei o trabalho de vcs, estamos fazendo um projeto parecido com esse.Parabéns.

  • ELISANGELA:

    olá,parabéns pelo trabalho e terém a bondade de ensinar como fazer o papel passo a passo.Fiz um curso e tbm sei fabricar papel artesanal e de fibra de bananeira pura.Mas não sabia como ganhar dinheiro com isso,hoje aprendi,obrigada e beijos

  • ANA BISPO:

    ESTÃO DE PARABENS, POIS ALÉM DE VENDER AINDA ENSINAM COMO FAZER SEM MEDO DA CONCORRENCIA. UM BELO GESTO DE HUMILDADE E SOLIDARIEDADE

  • Irani:

    Trabalho maravilhoso! Importante! Necessário! Criativo! Proveitoso… Parabéns a todos os que se preocupam com o nosso meio ambiente e com a nossa “preservação mental” também, pois a arte é excelente exercício para a ativação dos nossos neurônios, e o bolso também agradece…

  • Patrícia - Pará:

    Trabalho lindo, de muito bom gosto e ainda ecológico.
    Estão de PARABÉNS pelo belíssimo trabalho!!

  • ELENITA N.SOUZA:

    Lindo trabalho

  • assim podemos ajudar a melhorar o mundo!
    gostei muito s2!

  • lucielly estevao:

    amei, assim posso ajudar o meio ambiente aprendendo coisas novas.
    Bjs,Bjs

  • Ana Maria:

    Maravilhoso!

  • Anônimo:

    Muito bom adorei

  • jennie gama:

    Bom as explicações foram ótimas.

  • josiana:

    muito maravilhoso essetrabalho

  • Josinete e Roseane:

    Achamos fantastica isso com certeza irá mudar a vida de muitas pessoas bjs!!!!!

  • MIRIAN:

    Adorei o trabalho de vocês, gosto muito da reciclagem além de poupar o mundo podemos nnos divertir fazendo tantas coisas maravilhosas.

    bjs

  • Lais Pereira Xavier:

    O trabalho de vocês é ótimo.

    Parabéns

Deixe seu comentário